Fadiga ocular: outra consequência do estresse

Fadiga ocular: outra consequência do estresse

8 de novembro de 2012ÓCULOS SHOP

Fadiga ocular: outra consequência do estresse

Se você tem constante dor de cabeça, ardência nos olhos, entre outros sintomas, você pode estar sofrendo de fadiga ocular, uma das principais consequências do estresse do dia-a-dia moderno.

Sensação de cansaço, visão turva, coceira, ardência e dores de cabeça são sintomas comuns diante do aumento da poluição do ar e ao uso constante de computadores. O problema é que quando eles deixam de acontecer de vez em quando e passam ser companheiros constantes no dia-a-dia. Esse quadro aponta para o diagnóstico de fadiga ocular, um mal que tem atingido cada vez mais pessoas.

Segundo o oftalmologista Dr. Marcus Sáfady, muitas vezes as imagens do computador são pequenas e exibidas por trás de uma superfície refletora. “Manter o olhar fixo na tela do computador não é tarefa fácil para os olhos, pois exige um esforço constante de focalização na visão de perto e na visão intermediária”, explica. O ambiente em que a atividade é desempenhada também pode ter um impacto negativo sobre o conforto visual. A qualidade e a quantidade da iluminação ambiente, a ventilação, poeira e fumaça de cigarro são outros fatores agravantes. Isso sem falar no estresse, que atinge a maioria dos trabalhadores brasileiros.

Sintomas e solução da fadiga ocular

Para o Dr. Marcus Sáfady, os primeiros sintomas podem se manifestar menos de uma hora após o início da atividade. “Quando o olho focaliza um objeto a curta distância, ele faz ajustes imperceptíveis e incontroláveis para obter o foco, como, por exemplo, uma câmera digital fazendo o zoom. Esses ajustes são chamados de microflutuações da acomodação visual. E são realizados através das contrações de um músculo dentro do olho. Como todo músculo, o esforço contínuo leva ao estresse excessivo das funções oculares e ao cansaço, com isso o olho fica incapaz de promover o foco exato, ocorrendo então os sintomas da fadiga ocular – dificuldade de foco, cansaço, entre outros”, explica.

Em busca de melhorar a qualidade visual de quem não tem como fugir do computador, já existe no o mercado oftamológico algumas soluções para o caso que amenizam a sensação de desconforto. Porém antes de buscar estas alternativas, é importante passar por uma consulta com o seu oftalmologista.

 

Fonte: Portal da Oftalmologia

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post anterior

Saúde Ocular: Teste Ortóptico

Saúde Ocular: Teste Ortóptico

2 de novembro de 2012

Próximo Post

Coçar os olhos impede estabilização do ceratocone

Coçar os olhos impede estabilização do ceratocone

12 de novembro de 2012