Tratamento Ocular: Anel de Ferrara

Tratamento Ocular: Anel de Ferrara

13 de julho de 2012ÓCULOS SHOP

De forma muito simples o ceratocone é uma doença que provoca a alteração da curvatura da córnea que tem o formato de uma meia esfera. Com o desenvolvimento da doença, os meridianos da córnea ficam maiores formando um cone. Veja as ilustrações abaixo. Primeiro a curvatura correta à esquerda e ao lado direito uma córnea com ceratocone. Com o desenvolvimento da doença não só a nitidez é comprometida mas também a própria formação da imagem.

Tratamento Ocular: Anel de Ferrara

A correção visual no ceratocone depende da gravidade da doença e de suas necessidades individuais. Nos casos iniciais pode ser desnecessário o uso de correção óptica. Outras vezes o uso de óculos pode ser suficiente. Nos casos moderados ou avançados, entretanto, é comum a necessidade de lentes de contato, freqüentemente rígidas, ou algum procedimento cirúrgico. As formas de tratamento mais comuns e atuais são as seguintes:

  • Lentes de Contato para ceratocone
  • Cross-linking de Colágeno
  • Anéis intraestromal – Anel de Ferrara
  • Transplante de Córnea

 

Vejamos adiante os detalhes sobre o Anel de Ferrara.

O Anel de Ferrara é um dos métodos mais recentes e avançados no tratamento do ceratocone. É um dispositivo médico implantável no estroma corneano visando a regularização de deformações corneanas: causadas por patologias do tecido – ceratocone, por exemplo – ou na correção ou diminuição de erros refracionais associados – miopia, hipermetropia ou astigmatismo.

Fabricado a partir do PMMA (polimetilmetacrilato), material comprovadamente inerte e biocompatível que é utilizado há décadas na fabricação de implantes intra-oculares.

Tratamento Ocular: Anel de Ferrara

O implante do Anel de Ferrara apresenta vários diferenciais que são analisados durante o tratamento do ceratocone, dentro dessas vantagens destacamos o baixo custo operacional ( é realizada sob anestesia tópica, em regime ambulatorial ), reversibilidade e reajustabilidade ( o anel pode ser removido, substituído e ajustado caso seja necessário e a córnea retoma suas dimensões originais ou novas ), preserva a integridade do órgão, por tratar-se de uma técnica de adição, preservando a região nobre da córnea, que é o eixo visual e preserva a asfericidade positiva da córnea, que é uma característica óptica importante para minimizar aberrações do sistema e permitir uma melhor acuidade visual.

Este procedimento inovador desenvolvido pioneiramente no Brasil, vem merecendo interesse e adesão de colegas oftalmologistas do Brasil e do exterior, contribuindo para a o desenvolvimento e reconhecimento da técnica a nível mundial. Atualmente, 148 cirurgiões brasileiros e 187 colegas estrangeiros realizam o procedimento com resultados equivalentes aos verificados em nossa prática.

 

Fonte: Visare – Centro Oftalmológico

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post anterior

Até que ponto o computador é o culpado pelos seus problemas de visão?

Até que ponto o computador é o culpado pelos seus problemas de visão?

12 de junho de 2012

Próximo Post

Tratamento ocular: Dsaek - Transplante de córnea

Tratamento ocular: Dsaek - Transplante de córnea

18 de julho de 2012